quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

Faca

Hoje à hora de almoço decidi variar de restaurante pois apetecia-me vitela à Lafões.
Quando entrei o estabelecimento estava praticamente vazio. O dono disse-me para me sentar num local à minha escolha. Acabei por ficar só numa mesa de quatro uma vez que não existia mobiliário para dois. Claro que topei logo que mal enchesse tinha de partilhar o poleiro. Em princípio não me importo mas nunca se sabe quem aparece.
O restaurante começa a encher aos poucos. Uma mãe com a filha, uma sujeita já vermelhusca a pedir um jarro de vinho, mais um velhote, um homem com a mãe, etc. Lá se foram distribuindo longe de mim. Mas quando aparece uma família à porta (um casal, a mãe/sogra e três filhas!) engoli em seco. O dono ao ver que a família se ia embora diz logo:
- Esperem! Dá-se aqui um jeito.

Levantaram-se uns, sentaram-se outros, uma ficou de pé à espera que a filha acabasse, a vermelhusca bebia mais um trago, mudam-se copos e pratos, enfim, já vi movimentações militares napoleónicas mais simples e rápidas.
Resultado: acabei com um homem e respectiva mãe idosa à minha frente que, tal como eu, estavam a comer vitela.
Eis onde pretendo chegar. Qual é o problema entre as velhotas e as facas? Qual a razão de tanta resistência a usar o dito instrumento às refeições? Já apanhei várias com esse hábito ou falta dele. Digo isto pois, a velhota ao comer a sua vitela (que pela dureza diria antes vaca ou mesmo boi) entra numa luta em vários rounds. Primeiro luta com a carne na travessa usando a colher e o garfo. Em seguida passa para o prato dando descanso à colher. Por fim, a luta cinge-se entre à carne meio fora da boca e os dentes. Agora imaginem o que fez com a folha de alface.

Bem, pelos vistos gostaram da minha companhia. Quando me levantei disse com licença e boa tarde. Responderam simpaticamente apesar de nunca os ter visto antes:
- Boa tarde e boa viagem. E se não nos virmos, boas festas.

Noutro restaurante não nos vemos concerteza.

6 comentários:

vinte e dois disse...

He! He! E olha que tiveste sorte em não te deixarem um cartão de visita ;D
Bom, mas tens que concordar que foram bem educados, o que hoje em dia...
Um abraço!

Ps: de quem é a música que está a tocar? Tenho várias janelas abertas, mas julgo que vem do teu blog ;)

vinte e dois disse...

Fechei a tua janela e afinal a música não é daqui ;)

Goncalo Veiga disse...

Epá, isso parece-me mesmo um restaurante ali em Alfama!

FL disse...

Sim, eram pessoas muito afáveis, daquelas que sabem ser acolhedoras e que saiem de casa sem a trancar.

Catarina disse...

Ao ler o post achei que o cerne da questão não era se se usa ou nao a faca, mas sim o facto de o homem do restaurante ter revirado aquilo tudo, para lá meter de algum modo os clientes que chegaram, não havendo já mesas disponíveis. A senhora idosa e o filho já estavem sentados e foi-lhes pedido para se levantarem e mudarem de mesa, para que o casal e respectivas se pudessem sentar? Isso a que acho mal...

日月神教-任我行 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛