sábado, 18 de novembro de 2006

Quem tramou Santana Lopes?

Alguém já leu o livro de Santana Lopes? Eu não. Como qualquer bom estudante de liceu estou a utilizar as sebentas (entrevistas do autor a televisões, jornais e revistas) com resumos em detrimento da obra.
Esta quinta-feira passada, enquanto esperava pela transmissão do Seinfeld, fui aquecendo os sorrisos e gargalhadas mentais com a presença de Pedro Santana Lopes na RTP1.
Foi uma entrevista algo desconcertante pois, desde o seu início, com o rol de queixas e lamentos do entrevistado, perguntei-me se estava a ver um programa da Judite de Sousa ou um daqueles programas das manhãs (aka Freak Shows) nos quais os coitadinhos e azarados deste país contam as suas misérias com a lágrima no olho para deleite de uma cambada de parasitas voyeurs sádicos. Fiquei também a saber que o ex-autarca da Figueira quer afastar-se da política activa e do seu PPD/PSD (é mais fácil acreditar que o Pai Natal existe e que durante o Verão ganha a vida como travesti num bar na zona do Intendente mas tudo bem). Para além de ouvir algumas propostas para o país (deve ter pensado: "oh tempo volta para trás"), tomei consciência que se o Benfica está no Guinness Book por ser o clube do mundo com mais associados, Santana Lopes também lá podia constar devido ao seu elevado número de inimigos.
Assim, segundo as suas actuais palavras e recuando a vossa memória para o Outono de 2004, pergunto-vos:
Quem tramou Santana Lopes?
Jorge Sampaio?
Cavaco Silva?
A fotografia de Cavaco Silva?
O stôr Marcelo?
Marques Mendes? Manuela Ferreira Leite?
A convergência de esforços entre Expresso e Público?
A Capital de Luís Osório?
José Sócrates?
Durão "Fujão" Barroso?
Henrique Chaves?
A grande e pouco sábia boca de Rui Gomes da Silva?
O secretário de estado da agricultura que já se estava a ver a morar em Santarém?
O secretário de estado da educação que tinha de vir para Aveiro?
A central de comunicação?
As revistas rosadas? Cinha Jardim?
O por si despedido Carlos Queiróz?
Frank Gehry?

5 comentários:

Pelicano disse...

O PSL daria vontade de rir, se a sua errática influência política não desse vontade de chorar. É demasiado ridículo, dissimulado e triste para ser verdade. O pior é que ainda houve gente que acreditou no seu valor e talvez haja ainda quem acredite...

Blondie disse...

FL,
os teus posts são sempre fantásticas. Adorei especialmente o apelido que atribuiste aos programas da manhã, Freak Shows; e o Durão Fujão :)
DE facto quando de manhã estou por casa, tenho de esfregar várias vezes os olhos para ter a certeza de que estou a ver bem. Há tanta coisa mais estranha, mais deplorável que se passa nesses programas, não sei como ainda dão tempo de antena a certos assuntos/pessoas.
Mas enfim, de volta ao post e continuando a falar de coisas deploráveis :p acho que em o tramou foi a Cinha Jardim ehehehehe
Beijinhos e bom fim de semana

Lobka disse...

Eu acho que quem se tramou foi ela... já se andava a intitular-se de 1ª Dama...

Mas concordo com o teu post!

FL disse...

Foi tramado, tramou-se e sempre se pôs a jeito.

cs disse...

Cá pra mim foi a Cinha