quinta-feira, 8 de novembro de 2007

A Terceira Tábua

Como referi anteriormente, venho apresentar a ideia/esboço para um futuro grande sucesso editorial que porá em copiosas lágrimas Dan Brown e seus seguidores. Eis o melhor dos mistérios religiosos.

Como vocês, a Wikipédia e o Dr. Luís Filipe Menezes sabem, segundo o Cristianismo, Deus entregou ao profeta Moisés no Monte Sinai duas tábuas de pedra com os Dez Mandamentos.
Segundo algumas interpretações a primeira tábua contém os mandamentos sobre o amor a Deus:
  • Não ter outro deus
  • Não criar imagens de ídolos
  • Não pronunciar o seu nome em vão
  • Santificar os dias de Sábado (ou Domingo)
A segunda apresenta os mandamentos referentes ao amor ao próximo:
  • Honrar os pais
  • Não matar
  • Não cometer adultério
  • Não furtar
  • Não levantar falsos testemunhos
  • Não cobiçar o alheio
Usa-se muito o NÃO, não?

E se eu vos disser que no meu futuro livro revelo a existência de uma terceira tábua mantida oculta por uma poderosa e malevolente seita até aos dias de hoje? Uma tábua cujo conteúdo poderia ter alterado a história da Humanidade. Interessados?

O livro desenvolve-se a partir da personagem de Youssef Hirshel, um activista pelos direitos humanos de pai judeu e mãe palestiniana que deambula pelo Médio Oriente na luta pela paz, talvez na tentativa de apagar os traumas sofridos durante o divórcio dos pais.
Certo dia, numa viagem de autocarro após a participação no encontro "Judeus e Palestinianos, meus e manos", Youssef é vítima de um bombista suicida. Ao levantar-se por entre os escombros e após gritar "maldita história das virgens!", vislumbra entre os feridos uma jovem e curvilínea loura pela qual se apaixona imediatamente. Depois uma noite de sexo tórrido nas urgências do hospital de Telavive (vais roer-te toda Margarida Rebelo Pinto), Youssef descobre que a jovem se chama Carolina. Uma portuguesa que após uma vida tumultuosa no seu país decidiu dedicar-se à arqueologia no riquíssimo Médio Oriente.
Após semanas de romance e, sobretudo, muito sexo selvagem (vê se aprendes Margarida), o casal decide participar numas escavações arqueológicas no "Caminho de Moisés" no Monte Sinai. O seu primeiro trabalho localiza-se numa plataforma onde supostamente Aarão e 70 sábios terão esperado Moisés do encontro com Deus. E aí, num intervalo das sessões de sexo ardente (tenho de pensar no público masculino), Youssef e Carolina encontram uma tábua escrita e outros vestígios arqueológicos.
Depois da análise laboratorial e da descodificação dos escritos, chegam à conclusão que estão perante uma terceira Tábua de Mandamentos, com mais 5 sobre o amor à comunidade:
  • Não terás propriedade privada
  • Não explorarás o trabalho dos outros
  • O fruto do teu trabalho será partilhado
  • Não terás luxos enquanto houver miséria
  • O interesse individual não deverá sobrepor-se ao interesse do colectivo
O espanto dos dois não fica por ali pois ao estudar os restantes vestígios deparam-se com o diário de Moisés (imaginem se já existissem blogs) e a acta da reunião com os sábios.
No diário Moisés relata a sua conversa com Deus no Monte Sinai:

"Deus: - Moisés, pá, levas então aqui estas tábuas com os mandamentos para o pessoal se organizar lá por baixo. Estou farto de confusões e de gente a apelar à minha intervenção. É que não tenho descanso. Estou a dormir lá acordo com "ai meu Deus salvai-nos da praga"; estou a ouvir música e lá aparece um "Acuda-me Senhor". Não tenho sossego! Também tenho uma vida.
Moisés: - Compreendo Senhor. De facto precisamos de ajuda.
Deus: - Claro. Já tens aqui duas. Espera só mais um pouco enquanto o Gabriel copia os 5 Mandamentos finais do computador para a pedra.
Moisés: - Computador?
Deus: - Vais saber o que é quando subires aos céus ou se viveres até ao século XX depois de Cristo.
Moisés: - Cristo?
Deus: - Pá não tens fé?
Moisés: - Tenho Senhor!
Deus: - Então não questiones. Tenho mais que fazer. Aí tens a última tábua.
Moisés: - Obrigado Senhor. Mandamentos sobre o amor à comunidade...
Deus: - Sim! Vão ser essenciais para que vocês prosperem e vivam em riqueza, paz e saúde. Esses cinco são a chave para a felicidade. Leva-os e divulga-os.
Moisés: - Obedecerei senhor.
Deus: - Ah! Caso vocês se desviem desses mandamentos, no ano de 1917 depois de Cristo irá acontecer algo que provocará a viragem para o Bem."

Na acta da reunião entre Moisés e os sábios:

"Moisés: - Pessoal, atenção por favor! Vim agora lá de cima do encontro com Deus e ele entregou-me estas tábuas com 15 mandamentos para nos orientarmos cá em baixo.
Sábios: - Então como é ele? Como soa a sua voz? Que fez ele?
Moisés: - Calma! Quando morrerem vêm. Agora temos assuntos mais urgentes a tratar. Leiam os Mandamentos.
Sábios: - Moisés, estes últimos Mandamentos... Isto vai ser a nossa desgraça! Vamos ser todos iguais? Não pode ser! Ai o nosso ourinho e as nossas cabras!
Moisés: - Pois não! Proponho que enterremos aqui mesmo a última tábua. Será o nosso segredo. Contudo, Ele prometeu intervir caso não se verificar a aplicação de todos os Mandamentos.
Sábios: - O que fazer?
Moisés: - Temos de nos organizar e criar um grupo secreto de eleitos que ao longo dos tempos zele pelo nosso modo de vida e evite o tal amor para com a comunidade. Temos de estar atentos. Deus até me falou numa grande intervenção no ano de 1917 depois de Cristo.
Sábios: - Cristo?"

Assim, Youssef e Carolina ao terem consciência do poder desta informação para o futuro da Humanidade, tomam as diligências necessárias para manter a descoberta nas mãos correctas para posterior divulgação.
Mas cedo irão principiar os problemas...

O restante livro gira à volta das peripécias do jovem casal para defender o seu achado, para além da própria vida, das ameaças de um grupo de malfeitores capitalistas interessados em manter o mundo tal como está.

Vou enviar a ideia ao Dan Brown.
Espero que não tenha o mesmo destino do Salman Rushdie.





9 comentários:

Lobka disse...

Muito bom!!
Levas jeito pá coisa. Muito original a cena de sexo no hospital, mas as suas descrições têm que ser mais pormonorizadas e a palavra "mamilos" tem que aparecer... é só uma sugestão. Ihih
Jokas

joaninhas das urtigas disse...

brutal lololol

avelaneiraflorida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
avelaneiraflorida disse...

E fazer umas cenas onde entre o TOM Cruise, nem que seja a palitar os dentes!!!!


Peço desculpa, mas as gralhas eram demasiado evidentes no comentário anterior!!!!

magnuspetrus disse...

Acho a ideia verdadeiramente fantástica!

Goncalo Veiga disse...

Um best seller!

P.S. É verdade, não tenho tido muito tempo nem vontade. :p Mas escreverei um post um destes dias!

FL disse...

Hoje vi um livro sobre o 4º segredo de Fátima.
Copiões!

Bem Visto disse...

Eu acho a ideia muito boa, mas se calhar alterava os 5 mandamentos...;)

E em vez de mandares para o Dan Brown, é melhor começares tu a escrever e a pesquisar...:)

Catarina disse...

talvez resultasse mais em filme... até podias aproveitar para incluir publicidade nos diálogos